1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Melhor idade, com muita saúde!

10 de setembro de 2008 4 comentários


Crtl -A
Crtl +A

Altera o tamanho das letras


Manter-se ativa e em forma ajuda a prolongar a vida, prevenindo ou atrasando a chegada das doenças degenerativas, características da terceira idade. Os exercícios físicos também contribuem para diminuir os riscos de quedas e trazem uma certa independência em relação à necessidade de auxílio de alguém.

A maioria das pessoas pode fazer exercícios na terceira idade, até aquelas com problemas crônicos, como artrite, diabetes e pressão alta, desde que o médico libere a prática da atividade física.

Pelo menos é o que afirma artigo dirigido a pacientes, do JAMA (Journal of the American Medical Association), a renomada revista da Associação Médica Americana.

Para se manter em movimento, a revista recomenda, principalmente, realizar atividades que tragam prazer. Por exemplo, jardinagem, caminhadas, dançar, já que todas fazem bem à saúde. O artigo também sugere misturar exercícios aeróbicos (caminhadas, jardinagem, natação) com exercícios que treinem força (levantar pesos leves, agachamentos, até fazer faxina ajuda) e de flexibilidade e equilíbrio (tai chi, alongamentos, ioga).

O artigo avisa, ainda, para ficar atenta a alguns sinais. É necessário interromper o exercício e consultar um médico se aparecerem qualquer um destes sintomas:

  • Dor ou pressão no peito, braços, pescoço ou mandíbula
  • Tontura, náusea ou fraqueza
  • Ficar sem fôlego
  • Sentir dor nas pernas, panturrilhas ou costas
  • Ter uma sensação desconfortável de que seu coração está batendo depressa demais

Em qualquer situação, sempre ponha a segurança em primeiro lugar. Use sapatos confortáveis e não dispense equipamentos de proteção, quando necessários. Também evite fazer atividades externas em dias de calor ou frio excessivo, e beba muita água pra se hidratar.


Equipe Saber Mulher
Jornalista responsável: Luiz Laerte Fontes

4 comentários:

Rita Hönner disse...

Por e-mail: Interessante o artigo, esclarecedor, principalmente o alerta aos sintomas. abraços.

Rosana Athie disse...

Bem esclarecedor.Permite um palpite? Podiam ter falado do protetor solar. Gosto muito de ler o seu Blog. beijo

Tânia disse...

Muito bom,gostei do site e do seu blog.

Pedro e Eny disse...

Silvia, legal esse post. Importante saber dos sintomas para não fazermos excsessos.

Ocorreu um erro neste gadget