1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Confira 5 dicas para envelhecer com uma visão saudável

15 de outubro de 2009 2 comentários

Longevidade

"No mundo, o envelhecimento é o grande desafio da medicina atualmente. E os olhos são a grande demanda". Isso porque o idoso, quando não enxerga, perde a independência, a mobilidade e a comunicação.

"É preciso, por exemplo, pensar no idoso que toma mais de dez medicamentos por dia ou que já não possui boa memória, por isso a receita deve ser recebida e entendida por quem cuida dele", disse. Confira algumas dicas do oftalmologista para envelhecer com qualidade de vida no quesito visão:

- Nas visitas rotineiras ao oftalmologista, é indispensável que as pessoas com mais de 50 anos tirem a pressão ocular e façam exame de retina para diagnosticar possíveis doenças da mácula (que causam alteração no centro da visão) e glaucoma (quando se perde campo visual ou visão periférica pela morte das células do nervo óptico), que são irreversíveis. No primeiro caso, o tratamento é feito com injeções no olho; no segundo, com colírios, mas, se o paciente não responder, a opção é a cirurgia.

- A catarata é uma doença reversível. Mas o único tratamento é a cirurgia, já que não existem colírios nem tratamentos cientificamente comprovados que impeçam seu avanço. A cirurgia é recomendada quando o problema incomoda o paciente e tem ótimos resultados: até 99% de sucesso.

- Quem tem acima de 65 anos pode fazer um autoexame simples em casa. Feche um dos olhos e avalie a visão de perto, depois compare com o outro olho. Se vir manchas ou palavras e letras deformadas (metamorfopsia) é o primeiro sinal de degeneração macular (DMRI), alteração mais freqüente após os 60 anos e principal causa de cegueira irreversível nessa fase da vida nos países desenvolvidos. Nesse caso, procure um oftalmologista o mais rápido possível.

- Portadores de doenças da mácula devem evitar fumo e incluir vegetais ricos em luteína (milho, repolho, espinafre) na alimentação. Pesquisas mostram esse antioxidante natural ajuda a prevenir o problema.

- 10% dos pacientes diabéticos podem desenvolver a retinopatia diabética, que leva à cegueira se não for tratada. Quanto maior o tempo da doença, maior a chance de desenvolver alterações visuais. A boa notícia é que o médico pode detectar os problemas e tratá-los antes que o paciente fique cego. O tratamento pode ser com laser, aplicação de medicamentos específicos dentro do olho ou cirurgia, dependendo do caso.

Dr. Rubens Belfort Júnior, do Instituto da Visão do Departamento de Oftalmologia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo)


2 comentários:

EDUARDO POISL disse...

Vim pedir desculpa pela minha ausência no teu blogger mais como havia um feriado e trabalho com turismo ficou difícil, mais agora com um pouco menos de trabalho volto a normalidade.

"O que diferencia uma pessoa de outra é o seu imaginário, a interpretação que dá aos fatos da vida." (Tisuka Yamasaki)
Abraços com muito carinho.

milton toshiba disse...

Diabetes é uma doença invisível e na maioria das vezes, provoca lesões na macula.
Sou paciente do dr. José Belffort há 30 anos e agora de seu filho, Armando, especialista em retina, já que seu pai pretende se aposentar.
:)

Ocorreu um erro neste gadget