1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Aprecie a viagem; não há bilhete de volta! George Carlin

24 de outubro de 2012 7 comentários

Pontos de vista de George Carlin* sobre o envelhecer

Livre-se de todos os números não-essenciais
. Isto inclui idade, peso e altura. Deixe os médicos se preocupar com eles. É para isso que Você os paga.

Mantenha apenas os amigos alegres, os ranzinzas, os que só reclamam da vida só deprimem.
Continue aprendendo.
Aprenda mais sobre o computador, ofícios, jardinagem, seja o que for, até radio-amadorismo. Nunca deixe o cérebro inativo. 'Uma mente inativa é a oficina do diabo. Trabalhe, estude! E o nome de família do diabo é ALZHEIMER.

Aprecie as coisas simples.

Ria
sempre, alto e bom som! Ria até perder o fôlego.

Lágrimas fazem parte.
Suporte, queixe-se e vá adiante. As únicas pessoas que estão conosco a vida inteira somos nós mesmos. Mostre estar VIVO enquanto estiver vivo.

Cerque-se daquilo que ama,
seja família, animais de estimação, coleções, música, plantas, hobbies, seja o que for. Seu lar é seu refúgio.

Cuide da sua saúde:
se estiver boa, preserve-a. Se estiver instável, melhore-a. Se estiver além do que Você possa fazer, peça ajuda.

Não 'viaje' às suas culpas.
Faça uma viagem ao shopping, até o município mais próximo ou a um país no exterior, mas NÃO para onde você tiver enterrado as suas culpas.

Diga às pessoas a quem Você ama que Você as ama
, a cada oportunidade.

E LEMBRE-SE SEMPRE:

A vida não é medida pela quantidade de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram a respiração.
A jornada da vida não é para se chegar ao túmulo em segurança em um corpo bem preservado, mas sim para se escorregar para dentro meio de lado, totalmente gasto, berrando: QUE VIAGEM!"
VIVA SIMPLESMENTE, AME GENEROSAMENTE,
IMPORTE-SE PROFUNDAMENTE, FALE GENTILMENTE,
DEIXE O RESTO PARA DEUS.

*George Denis Patrick Carlin (Nova Iorque, 12 de maio de 193722 de junho de 2008) foi um comediante, ator e autor norte-americano, pioneiro, com Lenny Bruce, no humor de crítica social. A sua mais polémica rotina chamava-se "Sete Palavras que não se podem dizer em Televisão", o que lhe causou, durante os anos setenta, vários dissabores, acabando preso em inúmeras vezes que levou o texto a palco.

Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

7 comentários:

Dora Regina disse...

Na nossa viagem pela vida, a bagagem deve ser essencialmente leve para não cansar, devemos carregar bons sentimentos, muita alegria de viver!
Um ótimo dia pra você!
Bjsss

Barbie Girl disse...

Amei o post!

Amei as mensagens, gosto de coisas assim positivas, que nos lembrem o quanto é bom viver e o quanto perdemos tempo com bobagens!!

beijos

*Isis* disse...

É isso aí, George!
Muito bem escrito apaixonante correr na leitura dele.
Silvia você como sempre nos enchendo de alegrias coloridas.Amo vir te ler e ficar por dentro das coisas.
Obrigada pela a visita lá no cantinho, amo ver tua carinha alegre por lá e aprece até que te escuto nas palavras, motivo pra ler entender e sorrir. Brigadão amiga!
Beijo

Heloísa disse...

Sílvia,
Só não gostei muito do enceramento, na parte que ele aconselha a se chegar ao final com o corpo totalmente gasto. Acho que a prevenção tem que ser no sentido de se chegar ao final com a sensação de ter feito uma viagem maravilhosa, mas com o corpo ainda preservado. Porque se estiver totalmente gasto, já não estaremos vivendo com qualidade.
Beijo.

Silvia Masc disse...

Helo, creio que nesse "totalmente gasto", pesou o lado humorístico do autor.

beijinho e obrigada.

Leci Irene disse...

Uau!!!!!!!! Este artigo veio bem a calhar! Perfeito para mim. Perfeito para este momento de crise minha... ehehe.... Vou copiar. Posso? Vou copiar e colar na minha mesa de trabalho. Existem coisas que a gente precisa meditar todos os dias... ok???
Vcs são uns anjos...

Alessandra disse...

OI...
Amei e compartilhei seu link no Facebook.
Muito bom!!

Ocorreu um erro neste gadget