1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Anemia no Idoso: comum, mas não normal

17 de maio de 2013 comente

Em geral, a doença é assintomática no início.

Diante do aumento certo da expectativa de vida da população, é importante estar atento a uma das doenças mais comuns nos idosos A anemia é uma anomalia caracterizada pela diminuição da concentração da hemoglobina dentro das hemácias e pela redução na quantidade de hemácias no sangue. Isso resulta em uma redução da capacidade do sangue em transportar o oxigênio aos tecidos. 



A hemoglobina, uma proteínas presente nas hemácias, é responsável pelo transporte de oxigênio dos pulmões para os demais órgãos e tecidos e de dióxido de carbono destes para ser eliminado pelo pulmão.

Ao contrário do que muita gente acredita, a anemia no idoso, embora seja um problema comum na população de idosos, não faz parte do envelhecimento normal e pode levar à morte. Ela ocorre em 10 a 15 indivíduos a cada 1.000, portanto, deve-se atentar aos seus sintomas e procurar auxílio médico para o tratamento correto. 
Existem vários tipos de anemia, sendo os mais freqüentes em idosos a anemia de doença crônica, seguida pela deficiência de ferro , por hemorragia e outras, como deficiência por B12, insuficiência renal ou leucemias.É importante ressaltar que a anemia é fator de risco para outras doenças, pois reflete somente o baixo nível de hemoglobina circulante.

PREVENÇÃO
“O idoso pode e deve se prevenir da anemia adotando cuidados diários.

Uma dieta variável e equilibrada com verduras e legumes frescos e proteínas aliada ao controle rigoroso das doenças pode ajudar na prevenção da anemia”, conclui dr. Jaluul.“A anemia nos idosos preocupa por eles já apresentarem menor reserva funcional e, portanto, qualquer situação que exija mais do seu organismo pode levar a prejuízos irreversíveis”, completa o especialista.





0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget