1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Heróis do câncer de mama

31 de outubro de 2013 comente
As tricoteiras
Os risos e o som ritmado das agulhas preenchem o ambiente no armarinho Tempe Yarn & Fiber, no Arizona (EUA), onde voluntárias produzem pilhas coloridas de “knitted knockers” (seios de tricô), próteses para mulheres que passaram por mastectomias e não fizeram cirurgia reconstrutora. Dentro do sutiã, os seios de tricô, mais leves e macios que as versões de plástico e silicone, parecem mesmo reais.
Desde a criação há três anos, o grupo distribuiu mais de 2.000 seios de tricô. O site knittedknockers.info tem dicas para quem quiser fazer o seu e lista grupos que tricotam e distribuem as próteses para quem precisa.
Muitas tricoteiras possuem experiência com o câncer de mama. Elas enviam um bilhete junto de cada prótese; algumas indicam o nome da pessoa que estão homenageando. Uma tricoteira com senso de humor escreveu: “Neste aqui você pode pôr piercing e nem vai doer.”
A cozinheira saudável
Ann Ogden Gaffney é filha de um mestre confeiteiro e neta de um chef. Mas precisou sofrer dois episódios de câncer para descobrir o benefício terapêutico de cozinhar para comer bem e passar a outros esse conhecimento.
“Preparar alimentos que conseguia tolerar durante a quimioterapia foi nutritivo e fortalecedor numa época em que eu tinha pouco controle sobre o resto da minha vida”, diz ela.
Ann resolveu criar a entidade sem fins lucrativos Cook for Your Life (Cozinhe por sua vida), que oferece aulas mensais gratuitas de culinária a pacientes com câncer e seus cuidadores. As aulas ensinam a preparar uma refeição completa com ingredientes frescos de origem vegetal.
Cinco anos depois, em 2012, ela criou o site cookforyourlife.org, com vídeos de culinária, uma nutricionista para responder perguntas e um mecanismo de busca que organiza as receitas com base em tratamento, efeito colateral e necessidade nutricional. “Adoro mostrar aos outros como é fácil transformar verduras e cereais integrais em delícias”, diz ela. “Cuidar de si mesmo começa com o que se põe no prato, e o segredo é a culinária saudável.”
A dermopigmentadora
Natália Figliolia é designer e especialista em dermopigmentação. Ela, que sempre quis melhorar a vida das pessoas com seu trabalho, começou a aplicar nas clientes os conceitos aprendidos na graduação com a finalidade de ajudá-las a resgatar sua autoestima. Assim, desde a criação de seu estúdio Beleza Reconstrutiva, em São Paulo, já fez várias restaurações de mamilos em mulheres que passaram por mastectomia e plástica reconstrutora.
A técnica, também usada em lábios, pálpebras e sobrancelhas, restaura o aspecto visual da pele após a cirurgia, amenizando imperfeições. Para que os resultados fiquem naturais, Natália faz um amplo estudo da colorimetria e das formas corporais. “A reconstrução não é feita de traços e retas, e sim de imagem e nuances de cor. Fazer um mamilo com um gabarito de círculos é algo extremamente artificial em um trabalho de reconstrução”, ressalta Natália.

Ela diz que a confiança se fortalece quando as imperfeições são disfarçadas, e garante: “O resultado é
maravilhoso.”
Coisas suas que você pode doar
Cabelo A campanha Banco de Perucas, promovida pela Fundação Laço Rosa, recolhe perucas (e cabelos que transforma em perucas) e as doa para pacientes em tratamento de quimioterapia espalhados por todo o Brasil; fundacaolacorosa.com.
Acessórios
O Hospital Antoninho da Rocha Marmo possui um Banco de Lenços, e recebe, além deste adereço, chapéus e perucas. Os acessórios doados poderão ser enviados ao voluntariado do hospital, que fica na Avenida Heitor Villa Lobos, 1.961 – Jardim Renata – São José dos Campos – SP.
Medula óssea É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos hemocentros brasileiros. Os endereços das unidades podem ser localizados pelo prosangue.sp.gov.br.
Tempo Doe seu tempo prestando serviços como costura, lavanderia, manutenção de equipamentos e organização de festas no Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro. Quem estiver em outro estado, poderá fazer uma doação em dinheiro para financiar estes serviços; inca.gov.br;  incavoluntario@inca.gov.br.

- See more at: http://www.selecoes.com.br/herois-do-cancer-de-mama#sthash.8NWRrzSx.dpuf
As tricoteiras
Os risos e o som ritmado das agulhas preenchem o ambiente no armarinho Tempe Yarn & Fiber, no Arizona (EUA), onde voluntárias produzem pilhas coloridas de “knitted knockers” (seios de tricô), próteses para mulheres que passaram por mastectomias e não fizeram cirurgia reconstrutora. Dentro do sutiã, os seios de tricô, mais leves e macios que as versões de plástico e silicone, parecem mesmo reais.
Desde a criação há três anos, o grupo distribuiu mais de 2.000 seios de tricô. O site knittedknockers.info tem dicas para quem quiser fazer o seu e lista grupos que tricotam e distribuem as próteses para quem precisa.
Muitas tricoteiras possuem experiência com o câncer de mama. Elas enviam um bilhete junto de cada prótese; algumas indicam o nome da pessoa que estão homenageando. Uma tricoteira com senso de humor escreveu: “Neste aqui você pode pôr piercing e nem vai doer.”
A cozinheira saudável
Ann Ogden Gaffney é filha de um mestre confeiteiro e neta de um chef. Mas precisou sofrer dois episódios de câncer para descobrir o benefício terapêutico de cozinhar para comer bem e passar a outros esse conhecimento.
“Preparar alimentos que conseguia tolerar durante a quimioterapia foi nutritivo e fortalecedor numa época em que eu tinha pouco controle sobre o resto da minha vida”, diz ela.
Ann resolveu criar a entidade sem fins lucrativos Cook for Your Life (Cozinhe por sua vida), que oferece aulas mensais gratuitas de culinária a pacientes com câncer e seus cuidadores. As aulas ensinam a preparar uma refeição completa com ingredientes frescos de origem vegetal.
Cinco anos depois, em 2012, ela criou o site cookforyourlife.org, com vídeos de culinária, uma nutricionista para responder perguntas e um mecanismo de busca que organiza as receitas com base em tratamento, efeito colateral e necessidade nutricional. “Adoro mostrar aos outros como é fácil transformar verduras e cereais integrais em delícias”, diz ela. “Cuidar de si mesmo começa com o que se põe no prato, e o segredo é a culinária saudável.”
A dermopigmentadora
Natália Figliolia é designer e especialista em dermopigmentação. Ela, que sempre quis melhorar a vida das pessoas com seu trabalho, começou a aplicar nas clientes os conceitos aprendidos na graduação com a finalidade de ajudá-las a resgatar sua autoestima. Assim, desde a criação de seu estúdio Beleza Reconstrutiva, em São Paulo, já fez várias restaurações de mamilos em mulheres que passaram por mastectomia e plástica reconstrutora.
A técnica, também usada em lábios, pálpebras e sobrancelhas, restaura o aspecto visual da pele após a cirurgia, amenizando imperfeições. Para que os resultados fiquem naturais, Natália faz um amplo estudo da colorimetria e das formas corporais. “A reconstrução não é feita de traços e retas, e sim de imagem e nuances de cor. Fazer um mamilo com um gabarito de círculos é algo extremamente artificial em um trabalho de reconstrução”, ressalta Natália.

Ela diz que a confiança se fortalece quando as imperfeições são disfarçadas, e garante: “O resultado é
maravilhoso.”
Coisas suas que você pode doar
Cabelo A campanha Banco de Perucas, promovida pela Fundação Laço Rosa, recolhe perucas (e cabelos que transforma em perucas) e as doa para pacientes em tratamento de quimioterapia espalhados por todo o Brasil; fundacaolacorosa.com.
Acessórios
O Hospital Antoninho da Rocha Marmo possui um Banco de Lenços, e recebe, além deste adereço, chapéus e perucas. Os acessórios doados poderão ser enviados ao voluntariado do hospital, que fica na Avenida Heitor Villa Lobos, 1.961 – Jardim Renata – São José dos Campos – SP.
Medula óssea É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos hemocentros brasileiros. Os endereços das unidades podem ser localizados pelo prosangue.sp.gov.br.
Tempo Doe seu tempo prestando serviços como costura, lavanderia, manutenção de equipamentos e organização de festas no Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro. Quem estiver em outro estado, poderá fazer uma doação em dinheiro para financiar estes serviços; inca.gov.br;  incavoluntario@inca.gov.br.

- See more at: http://www.selecoes.com.br/herois-do-cancer-de-mama#sthash.8NWRrzSx.dpuf
As tricoteiras
Os risos e o som ritmado das agulhas preenchem o ambiente no armarinho Tempe Yarn & Fiber, no Arizona (EUA), onde voluntárias produzem pilhas coloridas de “knitted knockers” (seios de tricô), próteses para mulheres que passaram por mastectomias e não fizeram cirurgia reconstrutora. Dentro do sutiã, os seios de tricô, mais leves e macios que as versões de plástico e silicone, parecem mesmo reais.
Desde a criação há três anos, o grupo distribuiu mais de 2.000 seios de tricô. O site knittedknockers.info tem dicas para quem quiser fazer o seu e lista grupos que tricotam e distribuem as próteses para quem precisa.
Muitas tricoteiras possuem experiência com o câncer de mama. Elas enviam um bilhete junto de cada prótese; algumas indicam o nome da pessoa que estão homenageando. Uma tricoteira com senso de humor escreveu: “Neste aqui você pode pôr piercing e nem vai doer.”
A cozinheira saudável
Ann Ogden Gaffney é filha de um mestre confeiteiro e neta de um chef. Mas precisou sofrer dois episódios de câncer para descobrir o benefício terapêutico de cozinhar para comer bem e passar a outros esse conhecimento.
“Preparar alimentos que conseguia tolerar durante a quimioterapia foi nutritivo e fortalecedor numa época em que eu tinha pouco controle sobre o resto da minha vida”, diz ela.
Ann resolveu criar a entidade sem fins lucrativos Cook for Your Life (Cozinhe por sua vida), que oferece aulas mensais gratuitas de culinária a pacientes com câncer e seus cuidadores. As aulas ensinam a preparar uma refeição completa com ingredientes frescos de origem vegetal.
Cinco anos depois, em 2012, ela criou o site cookforyourlife.org, com vídeos de culinária, uma nutricionista para responder perguntas e um mecanismo de busca que organiza as receitas com base em tratamento, efeito colateral e necessidade nutricional. “Adoro mostrar aos outros como é fácil transformar verduras e cereais integrais em delícias”, diz ela. “Cuidar de si mesmo começa com o que se põe no prato, e o segredo é a culinária saudável.”
A dermopigmentadora
Natália Figliolia é designer e especialista em dermopigmentação. Ela, que sempre quis melhorar a vida das pessoas com seu trabalho, começou a aplicar nas clientes os conceitos aprendidos na graduação com a finalidade de ajudá-las a resgatar sua autoestima. Assim, desde a criação de seu estúdio Beleza Reconstrutiva, em São Paulo, já fez várias restaurações de mamilos em mulheres que passaram por mastectomia e plástica reconstrutora.
A técnica, também usada em lábios, pálpebras e sobrancelhas, restaura o aspecto visual da pele após a cirurgia, amenizando imperfeições. Para que os resultados fiquem naturais, Natália faz um amplo estudo da colorimetria e das formas corporais. “A reconstrução não é feita de traços e retas, e sim de imagem e nuances de cor. Fazer um mamilo com um gabarito de círculos é algo extremamente artificial em um trabalho de reconstrução”, ressalta Natália.

Ela diz que a confiança se fortalece quando as imperfeições são disfarçadas, e garante: “O resultado é
maravilhoso.”
Coisas suas que você pode doar
Cabelo A campanha Banco de Perucas, promovida pela Fundação Laço Rosa, recolhe perucas (e cabelos que transforma em perucas) e as doa para pacientes em tratamento de quimioterapia espalhados por todo o Brasil; fundacaolacorosa.com.
Acessórios
O Hospital Antoninho da Rocha Marmo possui um Banco de Lenços, e recebe, além deste adereço, chapéus e perucas. Os acessórios doados poderão ser enviados ao voluntariado do hospital, que fica na Avenida Heitor Villa Lobos, 1.961 – Jardim Renata – São José dos Campos – SP.
Medula óssea É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos hemocentros brasileiros. Os endereços das unidades podem ser localizados pelo prosangue.sp.gov.br.
Tempo Doe seu tempo prestando serviços como costura, lavanderia, manutenção de equipamentos e organização de festas no Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro. Quem estiver em outro estado, poderá fazer uma doação em dinheiro para financiar estes serviços; inca.gov.br;  incavoluntario@inca.gov.br.

- See more at: http://www.selecoes.com.br/herois-do-cancer-de-mama#sthash.8NWRrzSx.dpufAs tricoteiras
Os risos e o som ritmado das agulhas preenchem o ambiente no armarinho Tempe Yarn & Fiber, no Arizona (EUA), onde voluntárias produzem pilhas coloridas de “knitted knockers” (seios de tricô), próteses para mulheres que passaram por mastectomias e não fizeram cirurgia reconstrutora. Dentro do sutiã, os seios de tricô, mais leves e macios que as versões de plástico e silicone, parecem mesmo reais.
Desde a criação há três anos, o grupo distribuiu mais de 2.000 seios de tricô. O site knittedknockers.info tem dicas para quem quiser fazer o seu e lista grupos que tricotam e distribuem as próteses para quem precisa.
Muitas tricoteiras possuem experiência com o câncer de mama. Elas enviam um bilhete junto de cada prótese; algumas indicam o nome da pessoa que estão homenageando. Uma tricoteira com senso de humor escreveu: “Neste aqui você pode pôr piercing e nem vai doer.”
A cozinheira saudável
Ann Ogden Gaffney é filha de um mestre confeiteiro e neta de um chef. Mas precisou sofrer dois episódios de câncer para descobrir o benefício terapêutico de cozinhar para comer bem e passar a outros esse conhecimento.
“Preparar alimentos que conseguia tolerar durante a quimioterapia foi nutritivo e fortalecedor numa época em que eu tinha pouco controle sobre o resto da minha vida”, diz ela.
Ann resolveu criar a entidade sem fins lucrativos Cook for Your Life (Cozinhe por sua vida), que oferece aulas mensais gratuitas de culinária a pacientes com câncer e seus cuidadores. As aulas ensinam a preparar uma refeição completa com ingredientes frescos de origem vegetal.
Cinco anos depois, em 2012, ela criou o site cookforyourlife.org, com vídeos de culinária, uma nutricionista para responder perguntas e um mecanismo de busca que organiza as receitas com base em tratamento, efeito colateral e necessidade nutricional. “Adoro mostrar aos outros como é fácil transformar verduras e cereais integrais em delícias”, diz ela. “Cuidar de si mesmo começa com o que se põe no prato, e o segredo é a culinária saudável.”
A dermopigmentadora
Natália Figliolia é designer e especialista em dermopigmentação. Ela, que sempre quis melhorar a vida das pessoas com seu trabalho, começou a aplicar nas clientes os conceitos aprendidos na graduação com a finalidade de ajudá-las a resgatar sua autoestima. Assim, desde a criação de seu estúdio Beleza Reconstrutiva, em São Paulo, já fez várias restaurações de mamilos em mulheres que passaram por mastectomia e plástica reconstrutora.
A técnica, também usada em lábios, pálpebras e sobrancelhas, restaura o aspecto visual da pele após a cirurgia, amenizando imperfeições. Para que os resultados fiquem naturais, Natália faz um amplo estudo da colorimetria e das formas corporais. “A reconstrução não é feita de traços e retas, e sim de imagem e nuances de cor. Fazer um mamilo com um gabarito de círculos é algo extremamente artificial em um trabalho de reconstrução”, ressalta Natália.

Ela diz que a confiança se fortalece quando as imperfeições são disfarçadas, e garante: “O resultado é
maravilhoso.”
Coisas suas que você pode doar
Cabelo A campanha Banco de Perucas, promovida pela Fundação Laço Rosa, recolhe perucas (e cabelos que transforma em perucas) e as doa para pacientes em tratamento de quimioterapia espalhados por todo o Brasil; fundacaolacorosa.com.
Acessórios
O Hospital Antoninho da Rocha Marmo possui um Banco de Lenços, e recebe, além deste adereço, chapéus e perucas. Os acessórios doados poderão ser enviados ao voluntariado do hospital, que fica na Avenida Heitor Villa Lobos, 1.961 – Jardim Renata – São José dos Campos – SP.
Medula óssea É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos hemocentros brasileiros. Os endereços das unidades podem ser localizados pelo prosangue.sp.gov.br.
Tempo Doe seu tempo prestando serviços como costura, lavanderia, manutenção de equipamentos e organização de festas no Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro. Quem estiver em outro estado, poderá fazer uma doação em dinheiro para financiar estes serviços; inca.gov.br;  incavoluntario@inca.gov.br.

- See more at: http://www.selecoes.com.br/herois-do-cancer-de-mama#sthash.8NWRrzSx.dpufAs tricoteiras
Os risos e o som ritmado das agulhas preenchem o ambiente no armarinho Tempe Yarn & Fiber, no Arizona (EUA), onde voluntárias produzem pilhas coloridas de “knitted knockers” (seios de tricô), próteses para mulheres que passaram por mastectomias e não fizeram cirurgia reconstrutora. Dentro do sutiã, os seios de tricô, mais leves e macios que as versões de plástico e silicone, parecem mesmo reais.
Desde a criação há três anos, o grupo distribuiu mais de 2.000 seios de tricô. O site knittedknockers.info tem dicas para quem quiser fazer o seu e lista grupos que tricotam e distribuem as próteses para quem precisa.
Muitas tricoteiras possuem experiência com o câncer de mama. Elas enviam um bilhete junto de cada prótese; algumas indicam o nome da pessoa que estão homenageando. Uma tricoteira com senso de humor escreveu: “Neste aqui você pode pôr piercing e nem vai doer.”
A cozinheira saudável
Ann Ogden Gaffney é filha de um mestre confeiteiro e neta de um chef. Mas precisou sofrer dois episódios de câncer para descobrir o benefício terapêutico de cozinhar para comer bem e passar a outros esse conhecimento.
“Preparar alimentos que conseguia tolerar durante a quimioterapia foi nutritivo e fortalecedor numa época em que eu tinha pouco controle sobre o resto da minha vida”, diz ela.
Ann resolveu criar a entidade sem fins lucrativos Cook for Your Life (Cozinhe por sua vida), que oferece aulas mensais gratuitas de culinária a pacientes com câncer e seus cuidadores. As aulas ensinam a preparar uma refeição completa com ingredientes frescos de origem vegetal.
Cinco anos depois, em 2012, ela criou o site cookforyourlife.org, com vídeos de culinária, uma nutricionista para responder perguntas e um mecanismo de busca que organiza as receitas com base em tratamento, efeito colateral e necessidade nutricional. “Adoro mostrar aos outros como é fácil transformar verduras e cereais integrais em delícias”, diz ela. “Cuidar de si mesmo começa com o que se põe no prato, e o segredo é a culinária saudável.”
A dermopigmentadora
Natália Figliolia é designer e especialista em dermopigmentação. Ela, que sempre quis melhorar a vida das pessoas com seu trabalho, começou a aplicar nas clientes os conceitos aprendidos na graduação com a finalidade de ajudá-las a resgatar sua autoestima. Assim, desde a criação de seu estúdio Beleza Reconstrutiva, em São Paulo, já fez várias restaurações de mamilos em mulheres que passaram por mastectomia e plástica reconstrutora.
A técnica, também usada em lábios, pálpebras e sobrancelhas, restaura o aspecto visual da pele após a cirurgia, amenizando imperfeições. Para que os resultados fiquem naturais, Natália faz um amplo estudo da colorimetria e das formas corporais. “A reconstrução não é feita de traços e retas, e sim de imagem e nuances de cor. Fazer um mamilo com um gabarito de círculos é algo extremamente artificial em um trabalho de reconstrução”, ressalta Natália.

Ela diz que a confiança se fortalece quando as imperfeições são disfarçadas, e garante: “O resultado é
maravilhoso.”
Coisas suas que você pode doar
Cabelo A campanha Banco de Perucas, promovida pela Fundação Laço Rosa, recolhe perucas (e cabelos que transforma em perucas) e as doa para pacientes em tratamento de quimioterapia espalhados por todo o Brasil; fundacaolacorosa.com.
Acessórios
O Hospital Antoninho da Rocha Marmo possui um Banco de Lenços, e recebe, além deste adereço, chapéus e perucas. Os acessórios doados poderão ser enviados ao voluntariado do hospital, que fica na Avenida Heitor Villa Lobos, 1.961 – Jardim Renata – São José dos Campos – SP.
Medula óssea É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos hemocentros brasileiros. Os endereços das unidades podem ser localizados pelo prosangue.sp.gov.br.
Tempo Doe seu tempo prestando serviços como costura, lavanderia, manutenção de equipamentos e organização de festas no Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro. Quem estiver em outro estado, poderá fazer uma doação em dinheiro para financiar estes serviços; inca.gov.br;  incavoluntario@inca.gov.br.

- See more at: http://www.selecoes.com.br/herois-do-cancer-de-mama#sthash.8NWRrzSx.dpuf


Encerrando o OUTUBRO ROSA, mês escolhido para alertar sobre o câncer de mama, apresentamos alguns serviços que atendem mulheres acometidas pela doença com a finalidade de dar-lhes uma melhor qualidade de vida no período e pós tratamento. 

 A dermopigmentadora
Natália Figliolia é designer e especialista em dermopigmentação. Ela, que sempre quis melhorar a vida das pessoas com seu trabalho, começou a aplicar nas clientes os conceitos aprendidos na graduação com a finalidade de ajudá-las a resgatar sua autoestima. Assim, desde a criação de seu estúdio Beleza Reconstrutiva, em São Paulo, já fez várias restaurações de mamilos em mulheres que passaram por mastectomia e plástica reconstrutora.

A técnica, também usada em lábios, pálpebras e sobrancelhas, restaura o aspecto visual da pele após a cirurgia, amenizando imperfeições. Para que os resultados fiquem naturais, Natália faz um amplo estudo da colorimetria e das formas corporais. “A reconstrução não é feita de traços e retas, e sim de imagem e nuances de cor. Fazer um mamilo com um gabarito de círculos é algo extremamente artificial em um trabalho de reconstrução”, ressalta Natália.

Ela diz que a confiança se fortalece quando as imperfeições são disfarçadas, e garante: “O resultado é
maravilhoso.”

Coisas suas que você pode doar

Cabelo A campanha Banco de Perucas, promovida pela Fundação Laço Rosa, recolhe perucas (e cabelos que transforma em perucas) e as doa para pacientes em tratamento de quimioterapia espalhados por todo o Brasil; fundacaolacorosa.com.

Acessórios
O Hospital Antoninho da Rocha Marmo possui um Banco de Lenços, e recebe, além deste adereço, chapéus e perucas. Os acessórios doados poderão ser enviados ao voluntariado do hospital, que fica na Avenida Heitor Villa Lobos, 1.961 – Jardim Renata – São José dos Campos – SP.

Medula óssea É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos hemocentros brasileiros. Os endereços das unidades podem ser localizados pelo prosangue.sp.gov.br
 

Tempo Doe seu tempo prestando serviços como costura, lavanderia, manutenção de equipamentos e organização de festas no Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro. Quem estiver em outro estado, poderá fazer uma doação em dinheiro para financiar estes serviços; inca.gov.br;  incavoluntario@inca.gov.br.

As tricoteiras
Os risos e o som ritmado das agulhas preenchem o ambiente no armarinho Tempe Yarn & Fiber, no Arizona (EUA), onde voluntárias produzem pilhas coloridas de “knitted knockers” (seios de tricô), próteses para mulheres que passaram por mastectomias e não fizeram cirurgia reconstrutora. Dentro do sutiã, os seios de tricô, mais leves e macios que as versões de plástico e silicone, parecem mesmo reais.

Desde a criação há três anos, o grupo distribuiu mais de 2.000 seios de tricô. O site knittedknockers.info tem dicas para quem quiser fazer o seu e lista grupos que tricotam e distribuem as próteses para quem precisa.

Muitas tricoteiras possuem experiência com o câncer de mama. Elas enviam um bilhete junto de cada prótese; algumas indicam o nome da pessoa que estão homenageando. Uma tricoteira com senso de humor escreveu: “Neste aqui você pode pôr piercing e nem vai doer.”

A cozinheira saudável
Ann Ogden Gaffney é filha de um mestre confeiteiro e neta de um chef. Mas precisou sofrer dois episódios de câncer para descobrir o benefício terapêutico de cozinhar para comer bem e passar a outros esse conhecimento.

“Preparar alimentos que conseguia tolerar durante a quimioterapia foi nutritivo e fortalecedor numa época em que eu tinha pouco controle sobre o resto da minha vida”, diz ela.

Ann resolveu criar a entidade sem fins lucrativos Cook for Your Life (Cozinhe por sua vida), que oferece aulas mensais gratuitas de culinária a pacientes com câncer e seus cuidadores. As aulas ensinam a preparar uma refeição completa com ingredientes frescos de origem vegetal.

Cinco anos depois, em 2012, ela criou o site cookforyourlife.org, com vídeos de culinária, uma nutricionista para responder perguntas e um mecanismo de busca que organiza as receitas com base em tratamento, efeito colateral e necessidade nutricional. “Adoro mostrar aos outros como é fácil transformar verduras e cereais integrais em delícias”, diz ela. “Cuidar de si mesmo começa com o que se põe no prato, e o segredo é a culinária saudável.”
GUARDE ESSE LINKS

Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget