1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Quanto de peixe você tem comido?

8 de setembro de 2008 2 comentários
Crtl -A
Crtl +A

Altera o tamanho das letras



Acredite, essa resposta é para lá de importante, tamanhos os benefícios que os nutrientes encontrados nos peixes oferecem ao organismo.

Coração tinindo
Para tanto, é necessários consumi-lo em boas porções. O cardiologista Michael Burr constatou, no Centro de Pesquisas Médicas de Cardiff, no País de Gales, que vítimas de ataques cardíacos aumentaram as chances de evitar novos problemas em 29%, passando a comer peixe pelo menos duas vezes por semana.
O ideal é o consumo de peixes grelhados ou assados, de preferência acompanhados de molhos leves, arroz, purês e vegetais.


O milagre é assinado pelo ômega 3, um tipo de ácido graxo que promove uma faxina geral nas artérias. Esse nutriente é encontrado principalmente nos habitantes de água fria, como salmão, atum, sardinha, arenque, anchova, tainha, bacalhau e a truta.

O ômega 3 atende dois requisitos fundamentais para o coração bater a todo vapor: aumenta o HDL, o colesterol bom, e reduz o ruim, o LDL.

A lista de seus benefícios não pára por aí. Também é responsável por abaixar o índice de triglicérides e a pressão sangüínea, prevenindo contra a aterosclerose, infarto e derrame.

Blindagem contra depressão e diabetes
Os peixes melhoram os níveis de serotonina e dopamina no cérebro, substâncias associadas à depressão, e diminuem o nível de insulina, impedindo o desenvolvimento do diabetes. Também tem ação antiinflamatória, o que alivia as dores causadas pela artrite. O teor de lipídios do salmão é maior quando comparado aos outros dois peixes. Em contrapartida, sua quantidade de ômega 3 também é: são 4,47 gramas para cada posta de 100 gramas; já o atum apresenta 2,82 gramas para o mesmo pedaço.

Fora essa gordura do bem que vale ouro, os peixes são ricos em proteínas, essenciais para a manutenção da massa magra do corpo e integridade da pele, das unhas e dos cabelos. O bacalhau, mesmo com todas suas vantagens nutricionais, não deve ser consumido por pessoas hipertensas, já que é conservado no sal.

Dê uma olhada do que se compõe uma boa posta de peixe:
  • Cálcio, que confere ossos duros de roer
  • Potássio, nutriente que abaixa a pressão
  • Selênio, substância antioxidante que promove o rejuvenescimento celular e afasta o risco de tumores
  • Ferro, para afastar a fraqueza e anemia
  • Vitamina A, que protege a saúde da visão
  • Niacina, vitamina do complexo B que eleva o colesterol bom (HDL)
  • Iodo, essencial para o funcionamento da tireóide, regulando o metabolismo
  • Cobalto, mineral que auxilia na absorção de vitamina B
Olho vivo na escolha

Incluir um bom pescado na dieta só traz benefícios à sua saúde, mas é importante ficar atento na hora da compra isso, é claro, se você não for daqueles que prefere fisgar o próprio almoço.

Observe se os olhos estão brilhantes, isso é sinal de peixe fresco.


FONTE

2 comentários:

Floriano - Piracicaba disse...

Aqui no interior, ainda dá para "fisgar o almoço" hehehehe

Basílio disse...

Acabei de comer uma saborosa truta com legumes, amanhã pretendo almoçar e jantar pescada ou tainha

Basílio

Ocorreu um erro neste gadget