1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Caminhando nas nuvens.

15 de dezembro de 2009 10 comentários



Na certa posso apostar que vocês nunca fizeram isto, ou se fizeram, não têm coragem de confessar! Mas que foi bom foi! Não foi?

Por outro lado, muitos devem estar dizendo agora que essa história de caminhar nas nuvens só serve para namorados apaixonados, ou aqueles que não conseguem mesmo por os pés na terra firme.
Mas eu posso garantir para vocês, que caminhar nas nuvens, viajar por entre elas, e nelas descortinar as mais incríveis imagens e sonhos, é algo sensacional. Isto pode acontecer na hora em que a gente resolver dar uma descansada de um passeio no parque, deitado de papo pro ar, sem nada a pensar. Mas infalivelmente vamos nos pegar olhando as nuvens, buscando formas diferentes ou nelas procurando reconhecer imagens de animais, barcos, peixes, carros, e até os longos cabelos de uma linda mulher. Por falar nas mulheres, elas são capazes das nuvens tirarem as paredes de sua casa, as flores de seu jardim e os lábios do homem amado.
Poxa! Quanto romantismo hein?
E então, já no por do sol destes dias de verão, resolvemos dar uma caminhada por entre as nuvens que há muito tempo tínhamos vontade de dar.

Há quanto tempo não se sentia mais essa sensação de liberdade! Deixando a imaginação nos levar soltos, nos sentimos tocando com força o espaço antes só do soprar do vento. Mais alguns passos, e lá estávamos nós, sentados à beira de uma nuvem, quais crianças deixando as pernas balancearem a margem de um regato.

Nada de nos sentirmos donos do mundo, da verdade, da tristeza e da alegria! Nada disso! Mas só donos desse momento em quase podemos acariciar a Lua, provocando ciúmes no Sol que já foi se recolher, e dar um peteleco em uma das pontas da Estrela D’Alva só para ouvir se o seu tinido é mesmo de puro cristal, como dizem os poetas.

E até já cantamos aqueles marchinhas carnavalescas de antigamente, o que lembramos é claro. Uma diz que a Estrela D’Alva, no céu desponta com suave esplendor... larari laralááá´... E depois aquela Lua bonita se você não fosse casada, faria uma escada prá ir no céu te beijar!

Êpaaa! Esta nuvem está se afastando demais de casa! Hora de pular prá outra, senão depois não conseguiremos voltar! Sabem como é, né? Oooooppp! Deu!

Não dizem que de músico, poeta e louco, todos nós temos um pouco? Pois é! Hoje foi nosso dia! E os seus como serão ? Coragem gente! Não dói nada! E como é bom! Como é!
E tudo isso é maravilhoso, mesmo que esse passeio seja feito simplesmente da moldura da sua janela.
Um abraço e até .....!

Texto: A.J.Maier
Imagem: silvia masc

10 comentários:

Drica disse...

Silvinhaaaaaaaaaaaaaaa, que delícia de texto, gostoso ter lido logo pela manhã, tenha certeza que vou mesmo caminhar nas nuvens. beijo

Henrique disse...

Silvia, ficou bem interessante esse novo formato do blog, mais leve e gostoso de ler, parabéns moça, uma iniciativa bem intessante a tua. abraços

Walter disse...

Muito alegrinha a cronica de hoje, gostei. abraço

Ninguém envolvente disse...

Que animação hein.. com uma "simples nuvem " (vai chover tijolada na minha cabeça, pelo meu comentário ordinário rs).
Mas realmente, sua foto merece um texto assim! E bobo de quem pensar o contrário, de que é apenas uma mera nuvem em um dia qualquer...

todoyda disse...

Estou nas nuvens.
bjks

Gaspar de Jesus disse...

Silvia
Achei lindo este texto de A.J.Maier.
Enquanto fotógrafo amei esta sua foto de um céu maravilhoso.
Parabéns G.J.

SILMARA´R disse...

BOA TARDE, SILVIA.
DÁ PRA PERCEBER QUE VC É UMA FILHA CORUJA MESMO, É MUITO LEGAL...
BOM FIM DE SEMANA.

Heloísa disse...

Silvia,
Que foto incrível!
Qual foi o truque?
Beijo.

Silvia Masc disse...

Oi Heloisa, eu fotografei o céu e depois joguei um efeito do photoscape, um software para "brincar" com imagens.

beijinho

Beth/Lilás disse...

Ah, foi bom eu ler isto hoje, estou meio downzinha sabe!
Mas logo passa.
beijos cariocas

Ocorreu um erro neste gadget