1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Vantagens de usar o tempo livre para estudar um idioma diferente

20 de maio de 2009 1 comentário

Aprender um novo idioma é coisa de adolescente? Puro preconceito. A turma que está chegando aos 50 começa a lotar as salas de aula dos cursos de idiomas. Vale tudo: inglês, francês, alemão, espanhol, japonês ou russo. Em turmas exclusivas, ou no meio da garotada, a ordem é estudar. Dar os primeiros passos, treinar a pronúncia ou relembrar a gramática. E, de quebra, conhecer gente nova de todas as idades.

Os médicos já comprovaram e quem leva a máxima ao pé-da-letra atesta: mente ativa retarda o envelhecimento.

Uma turma heterogênea não é problema para quem pretende aprender e tem medo de ficar para traz. "A dificuldade de aprendizado varia de pessoa para pessoa, não de idade", conta Piera Tiboni, 54 anos, ex-aluna e hoje professora do curso de italiano da Faculdade Aberta para Terceira Idade Costa Braga, em São Paulo.

Piera desenvolveu um método todo especial para seus alunos, que vão de 50 a 80 anos, no qual a memorização ocorre através de brincadeiras e aulas práticas. "Saímos da sala de aula para conhecer outros ambientes, fazemos compras, visitamos parques, tudo para enriquecer o vocabulário de forma criativa". Segundo ela, o idoso e o jovem têm as mesmas dificuldades, a diferença está na capacidade do jovem de reter mais informação.


Superada a fase da insegurança, é possível perceber os benefícios. Nos cursos de idiomas o mais exercitado é a memória, mantendo o cérebro em constante atividade. Ponto para um envelhecimento mais saudável. E para as mulheres, Daise dá a dica: "A cabeça da mulher, depois que entra na menopausa, fica muito ruim. Distrair a mente aprendendo coisas novas é o melhor remédio", sentencia Piera.

Outra vantagem está na criação de novos horizontes. "As pessoas descobrem que estão vivas, começam a trabalhar em benefício próprio".

Seja qual for o objetivo final, aprender uma segunda língua, em qualquer idade, abre os horizontes e cria novas expectativas.


1 comentários:

Deiah disse...

Olá Silvia em primeiro gostaria de te parabenizar,esta desenvolvendo um trabalho muito bacana, mas na verdade oque gostaria de saber é sobre um post de fevereiro que fala sobre ciume patológico e inscrições, no HC, já tentei o número de telefone e o endereço de email, mas não tive nenhum retorno, talvez tenha se encerrado, lá dizia que não tinha data limite,se puder me ajudar fico muito agradecida e novamente parabéns!!! Seus temas além de uteis são muito interessantes.

Ocorreu um erro neste gadget