1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Pressão Arterial

12 de janeiro de 2010 4 comentários
O nosso coração possui quatro cavidades – 2 átrios ou aurículas ( direita e esquerda) e 2 ventrículos ( direito e esquerdo). Entre os átrios e os ventrículos existem válvulas que evitam que o sangue retorne. Do lado direito, encontramos a válvula tricuspide e do lado esquerdo a válvula mitral.



Na saída do ventrículo direito existe a válvula pulmonas e na saída do ventrículo esquerdo há a válvula aórtica. Essas válvulas têm a mesma função das válvulas do coração: não deixam o sangue voltar no seu percurso.

Ciclo cardíaco é a seqüência de fatos que acontece a cada batimento cardíaco.

Resumidamente, o coração ciclicamente se contrai e relaxa. Quando se contrai, ejeta o sangue em direção das artérias, na fase chamada de sístole. Quando relaxa, recebe o sangue proveniente das veias, na fase chamada diástole.


Pressão Arterial:

A pressão arterial mantém o sangue circulando no organismo. Tem início com o batimento do coração. A cada vez que bate, o coração joga o sangue pelos vasos sangüíneos chamados artérias.


As paredes dessas artérias são como bandas elásticas que se esticam e relaxam a fim de manter o sangue circulando por todas as partes do organismo. O resultado do batimento do coração é a propulsão de uma certa quantidade de sangue (volume) através da artéria aorta.

Quando este volume de sangue passa através das artérias, elas se contraem como que se estivessem espremendo o sangue para que ele vá para a frente. Esta pressão é necessária para que o sangue consiga chegar aos locais mais distantes, como a ponta dos pés, por exemplo.


Categoria

Pressão Arterial Sistólica

Pressão Arterial Diastólica


Pressão arterial normal

Inferior a 130 mmHg

Inferior a 85 mmHg



Pressão arterial normal alta

130-139

85-89



Hipertensão de grau 1 (leve)

140-159

90-99



Hipertensão de grau 2 (moderada)

160-179

100-109



Hipertensão de grau 3 (grave)

180-209

110-119



Hipertensão de grau 4 (muito grave)

Igual ou superior a 210

Igual ou superior a 120

Fatores que aumentam a
freqüência cardíaca
Fatores que diminuem
a freqüência cardíaca


Queda da pressão arterial Aumento da pressão arterial
inspiração expiração
excitação
raiva
dor
hipóxia (redução da disponibilidade de oxigênio
as células do organismo)
exercício
adrenalina
febre


Para saber mais, sobre Pressão Arterial Baixa clique aqui e para saber mais sobre Pressão Arterial Alta, clique aqui .


Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

4 comentários:

Beth/Lilás disse...

Muito bem explicado seu post, amiga.
Eu tenho pressão alta, mas tomo remédio há tempos e está estabilizada com a ginástica. Vejo quase sempre e estou em 13x55 na maioria das vezes.
Acho super importante fazer exercícios físicos hoje em dia, muito mais do que para fazer um corpo bonito, mas para fazê-lo saudável.
bjs cariocas

Chica disse...

Deu pra entender tudo bem direitinho e temos que nos cuidar.Aqui em casa, tenho o marido com ela alta e estamos sob controle sempre!beijos,chica

Sônia Silvino disse...

Silvia!
Aqui em casa, nós dois temos pressão alta. Tomamos medicação há anos. O Evandro tem pressão alta desde os 20 e poucos anos. Sempre me interesso em ler artigos sobre o assunto. Muito útil esse post, minha amiga!
Bjkas!

Ministério da Saúde disse...

Olá blogueiro!

O número de pessoas com hipertensão no Brasil aumentou de 21,5%, em 2006, para 24,4%, em 2009. A hipertensão é uma doença silenciosa e ataca todas as faixas etárias. Por isso, junte-se à campanha de combate e controle da hipertensão do Ministério da Saúde. Você pode ajudar na conscientização da população por meio do material de campanha que disponibilizamos para download. Caso se interesse, entre em contato com fernanda.scavacini@saude.gov.br
Obrigado!

Ministério da Saúde

Ocorreu um erro neste gadget