1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Vovó caiu, o que fazer?

20 de junho de 2013 2 comentários
O ideal é prevenir, mas... quando acontece, o que fazer?
È preciso tomar cuidado com os procedimentos a serem tomados após a queda.

- verificar se a vovó está consciente, respirando ou com sangramentos.

- identificar se houve fraturas. Se houver queixa de muita dor, e não conseguir movimentar determinada área do corpo, é bastante provável que tenha havido fratura de algum osso.

- movimentar a vovó o mínimo possível. Apenas o necessário para deixá-la em uma posição reta e confortável.

- ligar para uma emergência e pedir uma ambulância. Se houver transporte próprio, o ideal é deixá-lo imobilizado até chegar ao hospital.

- uma das fraturas mais comuns na terceira idade é a que ocorre no terço superior do fêmur, a quebra do osso produz alterações visíveis, como o encurtamento do membro.

- deixar a vovó imóvel, em uma posição confortável, e procurar um hospital o mais rápido possível.
- se a fratura for no braço, é recomendável colocar o membro em uma tipóia antes de procurar ajuda médica.

Ainda há casos em que a fratura não impede que o idoso se movimente. "No entanto, se depois da queda ele se queixar de dor em um determinado local, deve-se levá-lo ao hospital para fazer radiografia".
As quedas não podem ser encaradas como normais, pois podem estar ligadas a debilidades do sistema músculo-ósteo-articular, uso de medicamentos e até *medo.

Queda é um dos acidentes mais comuns entre os idosos. Estatísticas mostram que um em cada três idosos com mais de 65 anos caem, pelo menos, uma vez por ano, e metade dos que têm mais de 85 anos sofrem tombos, no mínimo, uma vez por ano. Além disso, as quedas representam a sexta causa de morte entre os idosos, devido às complicações do acidente.

* falaremos oportunamente sobre porque o medo nos idosos provoca quedas.
Fontes: IOT - Instituto de Ortopedia e Traumatologia - Universidade de São Paulo

Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

2 comentários:

jefhcardoso disse...

Olá Silvia! Que legal ver seu rosto no meu quadro de incentivadores. Vim conhecer o seu blog e... surpreso estou.
Sou fisioterapeuta, mas só falo de literatura em meu blog (sorrio). Vai entender...
Parabéns por esta postagem, por esta prestação de bom serviço.
Está muito bom o texto. Parabéns!
Abraço: Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Marilac disse...

Silvia,
Eu vou colocar barras de proteção no banheiro o mais rapido possivel.Já tenho corrimão nas escadas , meus pais tem 70 anos e insistem em continuar no quarto de cima.
Maravilhoso o texto e o blog ficou lindo com esse novo visual.Estou meio sem tempo mas sempre que posso venho aqui.
bjs
Marilac

Ocorreu um erro neste gadget