1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Quando é o momento de parar de dirigir? por Silvia Masc

12 de abril de 2011 4 comentários
O que é motivo de aflição para muitos pais, é de extrema felicidade para os filhos: a maioridade que permite tirar a carteira de motorista. A sensação de liberdade representada pelo carro explica a ansiedade entre os adolescentes.

Enquanto os jovens ficam ansiosos para começar a dirigir, os idosos temem a hora de ter de largar o volante. Quando a experiência está no auge, a saúde ou a família forçam a aposentadoria do motorista.

Lembro de uma amiga, cujo marido já estava na hora de parar, e ele adorava dirigir, mas já estava se tornando algo perigoso, ela muito carinhosa, preocupadíssima como tirar algo que era um prazer muito grande pra ele sem magoá-lo. A providência conforme ela conta, foi divina, de uma maneira meio torta, mas foi a solução - roubaram o carro.  Foi até cômico a felicidade dela ao entrar na delegacia para ao fazer o BO para acionar o seguro, o delegado em tom de suspeita disse que nunca tinha visto alguém tão feliz em ter o carro roubado, ela então contou a razão, e ele entendeu, que não era alguém querendo aplicar um golpe na seguradora.

Foi então que ela fez uma proposta ao marido bem interessante e que ele acatou sem sofrer: com o dinheiro pago pela seguradora, eles criaram o “fundo do táxi”, e agora, quando saem, descem na entrada do prédio, que lhes deu um presente, um ponto de táxi exatamente em frente.

O Brasil tem mais de 52 milhões de motoristas habilitados, desses pelo menos 6 milhões têm mais de 61 anos. O código de transito não determina a idade limite, já que um idoso de 80 anos pode ter melhores condições de dirigir do que uma pessoa de 40.

A hora, muita vezes tem que ser determinada pelos familiares, que deveriam pegar uma "carona" com o idoso e observar, se não há défict de atenção, se o idoso se lembra aonde estacionou, se obedece as leis de trânsito como antes, se não oferece risco à sua ou a vida de outros.


Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

4 comentários:

Beth/Lilás disse...

Ah, minha amiga, este é um assunto deveras interessante e digo mais, preocupante, pois só quem está dentro do carro de alguém teimoso e idoso, dirigindo, passando em cima de quebra molas como se não existissem, tirando fino de poste e outras cositas más que aconteceu comigo noutro dia lá em Petrópolis, ao pegar carona com um amigo nosso ao final de um jantar.
Nosso amigo é muito inteligente, um homem sadio e forte para a idade, mas para dirigir ele tinha que estar aposentado, mas não adianta, teimoso não pára e a mulher dele já está ficando com medo de andar com ele no carona. hehe
Vou dar esta idéia pra ela. kkkkk
bjs cariocas

Lu Souza Brito disse...

Oi Silvia,

Deve ser difícil, principalmente para quem gosta de dirigir.
Agora,a idosa na delegacia toda contente deve ter sido no minimo engraçado ( e espantoso para o delegado).

E como foi a viagem?
Beijos

Cristiane A. Fetter disse...

Apesar de não agradar, isto é uma questão de bom senso. A idade nos traz a experiência mas como seu preço e ter problemas na direção é um deles. Aqui onde moro a quantidade de idosos com mais de 70 anos dirigindo é enorme e isto causa muitos problemas. Lentidão, falta de atenção, esquecimento das normas básicas, entre outros são muito comuns, a sorte é que aqui as pessoas tem bastante paciência.
Eu mesma irei sofrer com isso, já que amo dirigir, mas será um mal necessário.

Turquezza disse...

Muito boa sua postagem.
Automóvel é uma máquina, muita gente esquece disso.
E saber manejá-la sem perigo para si e para o próximo, é uma arte.
Mas o trânsito hoje assusta!
Muitas pessoas mal educadas e egoístas dirigindo.
Esperamos que melhorem .......
Beijos.

Ocorreu um erro neste gadget