1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Um tributo às avós de todo o mundo"

31 de julho de 2011 comente
Foi assim que o filipino Brillante Mendoza definiu em entrevista, em São Paulo, o longa "Lola", que estreou sexta feira.
"Fiz 'Lola' para poder falar dos idosos", diz diretor

Na trama, as vidas de duas avós se cruzam nas ruas de Manila por conta de um crime: o neto de uma delas é acusado de matar o da outra para roubar um celular. "Lola" significa avó em tagalo, língua falada por cerca de um terço da população filipina.

Sepa (Anita Linda) tenta conseguir dinheiro para fazer o enterro do neto, enquanto Puring (Rustica Carpio) cuida do seu na cadeia, levando comida e procurando uma forma de livrar o rapaz da pena. Pelas ruas chuvosas de Manila, essas duas mulheres são o retrato da determinação e da força. Problemas de saúde não são impedimento para se manterem firmes em seus propósitos. Ambas são donas de suas razões.

A narrativa entrecorta as duas histórias. Assim, acontecimentos na vida de uma das avós ecoam na vida da outra. Num primeiro momento, claro, há uma hostilidade entre elas. Aos poucos, percebe-se que a luta de ambas é pela dignidade de seus netos. O filme as acompanha com uma meticulosidade quase documental, seguindo de perto a trajetória dessas duas senhoras pelas ruas abarrotadas de gente e água, na estação chuvosa das Filipinas, em junho.



Se quiser saber mais, clique aqui

Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget