1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Afaste o mau humor no inverno e encare o frio com alegria e disposição.

9 de julho de 2012 comente
Tem dias que nada dá certo: noite mal dormida, trânsito, filas, problemas. Nesses dias, nem as coisas que geralmente lhe dão prazer conseguem afastar o mau humor. E esses dias são mais frequentes no inverno, quando a temperatura cai e parece que leva com ela o sorriso e o bem estar. Entenda a origem do mau humor e o papel da estação do ano no seu estado de espírito para, então, driblar a carranca de deixar o humor a mil.

Uma coisa é ter uma manhã ou o dia inteiro mal humorado, mas alimentar esse sentimento não é nada saudável. De acordo com a psicóloga e psicoterapeuta existencial Fernanda Estevão Soares Thomaz, "diversos fatores podem desencadear o mau humor. O estresse, o clima, insônia, dor e má alimentação são alguns exemplos. É comum vermos pessoas ‘presas’ neste estado de mau humor, reclamando, o que torna os problemas maiores do que realmente são. Ficar de ‘mal com o mundo’ não resolve, ao contrário, vira um círculo vicioso, onde quanto mais se reclama, menos se resolve e então se tem mais motivos para novas reclamações".

Talvez você não saiba, mas existe uma relação entre o clima e os hormônios, responsáveis pelo humor. "Durante as altas temperaturas, com maior exposição aos raios solares, há um aumento da produção de serotonina, dopamina e melatonina, substâncias estas responsáveis pelo bom humor, energia e regulação do sono. Já durante o outono e inverno, onde as temperaturas são mais baixas e as noites mais longas, a produção das substâncias responsáveis pelo bom humor são menores e, além disso, há um processo de retraimento, levando as pessoas a ficarem mais em casa, restringindo-se muitas vezes do convívio social. Assim, é comum durante este período do ano haver um aumento de relatos de pessoas com sintomas depressivos", exemplifica Fernanda.

A imagem daquele senhor carrancudo e de mal com a vida não condiz mais com a maturidade de hoje, que está mais saudável e feliz. Segundo Fernanda, "diria que os idosos que vivem isolados da sociedade, dependentes física, mental, afetiva e socioeconomicamente, estão, sim, mais sujeitos a sofrerem com o mau humor. Porém isto está mudando. Hoje, há trabalhos de prevenção com pessoas acima dos 50 anos, que incluem exames de saúde, além de atividades físicas que promovem o convívio social e também o fortalecimento de suas capacidades cognitivas e motoras. Este tipo de trabalho proporciona ao jovem idoso e ao idoso um envelhecer mais saudável, com mais autonomia e autoestima".

Sempre existirão aqueles dias em que as coisas não estão tão legais e o bom humor dá espaço a impaciência. E acredite, isso é normal. "Somos humanos e é natural que sintamos todos os tipos de sentimentos, inclusive o mau humor. Porém, não é natural viver sempre mal humorado. Nos meses mais frios, apesar de ser comum sentir aquela preguiça e vontade de não fazer nada, cabe a cada um escolher buscar atividades que lhe sejam positivas e se movimentar, trazendo energia e movimento à vida. No caso do mau humor relacionado ao cotidiano, este pode ser considerado positivo se pensado que está mostrando algo que incomoda, irrita, não lhe faz bem. A partir daí cabe a cada um buscar mudanças. É bom ter em mente que sempre podemos fazer escolhas, mudar e achar caminhos, mas isto depende primeiramente de nós mesmos", conclui a psicóloga.

Quem, apesar de saber que levar a vida com bom humor e leveza é muito mais fácil, ainda assim sentir dificuldade de manter um sorriso no rosto. 

No próximo post (dia 11) daremos boas dicas para fugir do mau humor.

Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget