1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Inverno, você vai virar um urso hibernando? (dicas)

11 de julho de 2012 2 comentários
A psicóloga Denise Pará Diniz listou, no site Minha Vida, oito dicas fundamentais para manter seu humor a mil. Veja a seguir:


1. Acorde motivado
Em vez de imaginar como seria bom se você tivesse mais cinco minutinhos de sono, imagine que algo incrível pode acontecer naquele dia. É em datas comuns que as pessoas são promovidas ou conhecem um parceiro para toda a vida. Mais do que isso, pense que vale a pena viver. Cada dia traz uma nova oportunidade para vivenciar experiências produtivas, observa Denise.

2. Não caia na tentação de hibernar
Muitas pessoas se deixam vencer pela preguiça que acompanha o frio e cancelam compromissos com amigos e parentes. Entretanto, como alerta Denise, "manter o convívio social é extremamente importante não só para levantar o ânimo, mas também para encerrar o dia com a consciência de que ele foi produtivo". Permanecer em casa esporadicamente é gostoso, mas dependendo da frequência pode levar à monotonia.

3. Aproveite o sol
Já foi comprovada a relação da serotinina com o humor. Esse neurotransmissor é responsável por liberar diversos hormônios que regulam - entre outras coisas - o sono, o apetite e o humor. Pessoas com depressão, por exemplo, têm níveis baixíssimos de serotonina no sistema nervoso, explica Denise. O que isso tem a ver com o sol? Tudo! A falta de luminosidade ativa uma proteína que bloqueia a ação desse neurotransmissor, impedindo a sua atuação e fazendo com que fiquemos mais tristes e irritados. Portanto, qualquer oportunidade de tomar sol deve ser aproveitada, seja em uma caminhada matinal ou durante o horário de almoço do trabalho.

4. Continue a fazer exercícios
Se o frio é um fator desestimulante para quem vai à academia, talvez seja o momento de renovar o treino. Novos exercícios podem funcionar como incentivo por quebrar a rotina. Outra possibilidade é investir em uma atividade física diferente, como algum tipo de dança ou arte marcial. "O importante é não ficar parado, senão o corpo diminui a produção de serotonina", alerta a psicóloga. Se a academia não funcionar, adote o hábito de ir a pé ao supermercado ou acordar mais cedo para fazer uma caminhada.

5. Use a criatividade
É inevitável que passemos mais dias dentro de casa no inverno. Por isso, seja criativo e mantenha-se ativo mesmo nos limites do lar. Criar jogos interativos com os netos, tirar o dia para cozinhar, assistir filmes e ler livros são apenas algumas das sugestões que Denise recomenda. Não desperdice o seu tempo mudando o canal da TV freneticamente ou tirando cochilos sem nem mesmo estar com sono.

6. Cuide do lar
Para algumas pessoas, problemas respiratórios são infalíveis com a chegada do inverno. O que nem todas elas sabem é que parte do problema pode estar dentro de casa. A começar pela falta de ventilação. Com o objetivo de manter os cômodos menos gelados, portas e janelas permanecem fechadas o dia todo, promovendo a concentração de vírus e bactérias, explica o otorrinolaringologista Silvio Keniti Iwamura. Assim, manter a casa arejada é essencial. Mas não exagere. Silvio alerta que o excesso de limpeza também não é recomendado. O uso de produtos muito fortes como água sanitária e alguns alvejantes pode incomodar o aparelho respiratório.

7. Controle a vontade de comer
"Ter autocontrole para não sair comprando ou devorando alimentos que combinam perfeitamente com o inverno, como chocolate, é uma questão de treino", conta Denise. Portanto, o frio não é desculpa para quebrar a dieta. É realmente tentador encher o prato de coisas quentes, deixando de lado frutas, legumes e verduras. Lembre-se, entretanto, que logo mais chegará o verão e, por certo, você vai desejar estar com o corpo em forma.

8. Abuse da água
O inverno tende a ser uma estação em que o ar fica mais seco. Por isso, hidratar-se é essencial. Isso não quer dizer apenas que você deve tomar mais água, mas também que deve tentar deixar o ambiente em que está mais úmido. Para isso, há diversas técnicas, desde a bacia de água até a toalha molhada. Entretanto, como a evaporação não é tão grande quanto no verão, o mais recomendado é utilizar um umidificador. "Ele não deve ficar ligado por mais de duas ou três horas, pois se o ar ficar muito úmido ele irá favorecer a proliferação de fungos", completa o otorrinolaringologista.

Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

2 comentários:

Lu Souza Brito disse...

Dicas perfeitas Silvia!

Waldson Gutierres (Antigão) disse...

Oi Sílvia, tudo bem?

Vou aproveitar os meus 62, que faço daqui a alguns dias, somar ao inverno e pedalar de Cananéia-SP a Ilha Grande-RJ. Duvido que eu vá passar frio! Grande abraço do Antigão!

Ocorreu um erro neste gadget