1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Demências secundárias (Parte 3 de 5)

14 de novembro de 2012 comente

Pela equipe Clínica Mayo
Texto original: http://www.mayoclinic.com/health/dementia/DS01131
Tradução: Silvia Masc.


As informações contidas neste blog tem caráter meramente educativo e não substituem as opiniões, condutas e discussões estabelecidas entre médico e paciente.

 
Demências secundárias.
Algumas vezes, as pessoas com outras doenças que afetam principalmente o movimento, por exemplo, doença de Parkinson, pode, eventualmente, desenvolver os sintomas da demência. A relação entre estas desordens e demência não é completamente compreendida.
Causas de demência, que pode ser revertidas.
Algumas causas de sintomas de demência ou demência-como podem ser revertidas. O seu médico pode identificar tratar e curar, por vezes, essas causas:
Infecções e distúrbios imunológicos.
A demência pode resultar de febre ou outros efeitos colaterais da tentativa do seu corpo para lutar contra uma infecção. Os exemplos de tais infecções incluem infecções do cérebro tais como a meningite e encefalite, sífilis não tratada, a doença de Lyme, e as condições que fazem com que um sistema completamente imune seja comprometido, tais como a leucemia. Condições tais como a esclerose múltipla, que surgem a partir do sistema imunitário do corpo e ataca as células nervosas também podem provocar demência.
Problemas metabólicos e anormalidades endócrinas.
Estes incluem problemas de tireóide, muito pouco açúcar no sangue (hipoglicemia), muito pouco ou muito sódio ou cálcio, e uma diminuição da capacidade de absorver a vitamina B-12.
Deficiências nutricionais.
Os sintomas podem ocorrer como resultado de desnutrição, não ter o suficiente de tiamina (vitamina B-1) - uma condição comum em pessoas com alcoolismo crônico - e deficiências em vitaminas B-6 e B-12. Bananas, lentilhas, espinafre, cereais matinais fortificados, salmão, carne de porco, frango, pão de trigo integral, leite e ovos são boas fontes dessas vitaminas B.
Reações a medicamentos.
Demência pode ocorrer como uma reação a um medicamento único ou por causa de uma interação de várias drogas.
Hematomas subdural.
Estas são causadas por hemorragias entre a superfície do cérebro e seu revestimento externo.
Envenenamento.
Demência pode ocorrer como um resultado da exposição a metais pesados, tais como os venenos de chumbo ou de manganês, e outros, tais como os pesticidas. As pessoas que abusaram do álcool e drogas recreativas também às vezes apresentar sintomas. Em todos estes casos, os sintomas podem desaparecer após o tratamento ou após cessar à exposição à substância.
Tumores cerebrais.
É raro, mas a demência pode ser o resultado de danos causados ​​por um tumor cerebral.
Anoxia.
Esta condição, também chamada de hipóxia, (redução abaixo dos níveis fisiológicos da quantidade de oxigênio presente nos tecidos orgânicos). As causas incluem ataque cardíaco, asma grave, intoxicação por monóxido de carbono, estrangulamento, exposição á alta altitude ou uma overdose de anestésico. A recuperação depende da gravidade da privação de oxigênio. Os sintomas podem ocorrer durante a recuperação.
Problemas cardíacos e pulmonares. Seu cérebro não pode sobreviver sem oxigênio. Os sintomas podem ocorrer em pessoas com problemas pulmonares crônicos ou de uma condição cardíaca que priva o cérebro do oxigênio que necessita.

Todas as decisões relacionadas ao tratamento devem ser tomadas com respaldo do médico responsável pelo acompanhamento clínico do paciente, pois é ele quem mais conhece as particularidades de cada paciente, tendo, portanto, melhores condições de opinar e prescrever a conduta mais adequada.

© 1998-2012 Fundação Mayo para Educação Médica e Pesquisa (MFMER). Todos os direitos reservados. A única cópia destes materiais pode ser reproduzida para uso pessoal e não comercial. Clínica Mayo são marcas registradas da Fundação Mayo para Educação Médica e Pesquisa.


Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget