1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Conheça benefícios e gratuidades a que os idosos têm direito

26 de julho de 2009 5 comentários
LONGEVIDADE
Benefícios vão além de passe-livre em ônibus e desconto em cinema, idosos podem ter isenção do imposto de renda e do IPTU.

As isenções de impostos como o Imposto de Renda (IR) e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) são menos conhecidas dos idosos, mas só valem em alguns casos.

No caso do imposto de renda, só tem direito à isenção quem recebe aposentadoria ou pensão e tem doenças graves como câncer, cardiopatia ou Parkinson.

Já no caso do IPTU, a isenção depende de o município ter legislação que garanta esse direito. Por isso, as regras variam. Em São Paulo, por exemplo, só têm direito os idosos que não têm outro imóvel no município e com renda de até três salários mínimos.

Um benefício que costuma gerar muitas dúvidas é a gratuidade no transporte interestadual. Ela não vale só para ônibus, mas também para trens e barcos.

Em cada veículo, devem ser reservados dois lugares gratuitos para idosos com renda de até dois salários mínimos. Caso os lugares já estejam ocupados, os idosos nessas condições têm direito a 50% de desconto no preço da passagem.

Para comprovar a renda, podem ser usados vários documentos, mas no caso de idosos que não têm nenhuma renda ou não têm como comprová-la, pode-se pedir uma carteirinha na assistência social do município.

No entanto, mesmo os idosos que viajarem gratuitamente têm que pagar taxas de pedágio, utilização do terminal e alimentação.

Plano de saúde

Um grande peso no orçamento dos idosos costuma ser o plano de saúde. Desde 2004, os contratos de plano de saúde não podem aumentar o valor pago pelos consumidores quando eles completam 60 anos ou depois disso.

Por isso, resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determina o aumento do valor por faixas etárias, até o consumidor completar 59 anos; depois disso, não pode mais haver aumentos, a não ser o reajuste anual permitido pela agência.
saiba mais

Segundo Rodrigo Araújo, advogado especialista em saúde, em 2008 houve decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de que os contratos antigos também não podem ter aumento para os maiores de 60 anos.

"Mas a decisão é para um caso. Não vale automaticamente para todos", explica ele.

Por isso, as operadoras de saúde continuam aumentando os preços para os idosos que contrataram plano antes de 2004, diz Araújo.

Mas ele relata que os idosos que entram na Justiça têm conseguido o direito de não pagar mais e até reaver valores aumentados já pagos.

Legislação

A advogada Maria Elisa Munhol, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos dos Idosos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo, defende que os idosos conheçam principalmente o Estatuto do Idoso, que entrou em vigor em 2004.

O estatuto vale para todo o Brasil e garante a maioria dos benefícios aos idosos. "Todos deveriam ler e decorar", diz ela.

Além do estatuto, a Constituição Federal e as Constituições Estaduais, além de leis municipais, também garantem benefícios aos idosos.

"A legislação é perfeita. O que falta é compromisso político com os direitos do idoso", diz Maria Elisa Munhol, que orienta quem tiver seus direitos desrespeitados a procurar o Ministério Público, a Defensoria Pública, a OAB ou os conselhos do idoso do município ou do Estado.

Alguns benefícios, como a gratuidade nos transportes urbanos, são garantidos pelo Estatuto do Idoso, mas regulamentados em nível municipal ou estadual. Por isso, as regras específicas de como obter o benefício podem variar de local para local.

No caso do transporte urbano gratuito, por exemplo, em São Paulo o idoso pode fazer o Bilhete Único do Idoso para poder passar pela catraca do ônibus.

Sem o bilhete, o idoso pode apresentar o documento de identidade, mas tem que ficar na parte da frente do ônibus.
Já no Rio de Janeiro, é preciso fazer o RioCard, procurando um posto da Rio Ônibus.

Assistência Social
Quem tem direito? Isenção do Imposto de Renda. Como obter?
Isenção do IPTU - em São Paulo clique aqui ou obtenha informações na Prefeitura de sua cidade
Planos de Saúde, informação sobre legalidade de reajuste, clique aqui

LONGEVIDADE



5 comentários:

milton toshiba disse...

Mesmo com reajustes liberados pelo governo o plano de mamãe é uma fortuna.
Acho que os remédios distribuídos aos idosos deveriam ser eficientes. Falei com endocrino e ele me disse que os medicamentos distribuídos para diabetes são antigos e com pouca eficiência. Imagino que deve ser por causa do custo, mas se tem uma coisa que deveria ser subsidiada são os remédios de última geração.
São ótimos mas custam muito caro. Nosso endocrino disse que os pobres infelizmente tem tratamento de segunda. Absurdo não?
Bjs

milton toshiba disse...

Mesmo com reajustes liberados pelo governo o plano de mamãe é uma fortuna.
Acho que os remédios distribuídos aos idosos deveriam ser eficientes. Falei com endocrino e ele me disse que os medicamentos distribuídos para diabetes são antigos e com pouca eficiência. Imagino que deve ser por causa do custo, mas se tem uma coisa que deveria ser subsidiada são os remédios de última geração.
São ótimos mas custam muito caro. Nosso endocrino disse que os pobres infelizmente tem tratamento de segunda. Absurdo não?
Bjs

Gui disse...

Verdadeiro serviço público este. Um beijo.

disse...

Bom dia meu anjo!

Espero que estejas bem.
É pela admiração que tenho por ti que venho te oferecer um selo premio.
Tá lá em casa é só pegar.
Beijos de uma linda e maravilhosa semana!

Verônica Masson disse...

Obrigada pela visita!!!
Seu Blog é ótimo, parabéns!!!
beijos

Ocorreu um erro neste gadget