1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Ponto de vista - Silvia Masc

31 de outubro de 2011 1 comentário

O texto abaixo veio parar na minha caixa de mensagens, li... Pensei... E cheguei à seguinte conclusão: quem escreveu, teve as melhores intenções, chamar atenção para o estado de abandono em que vive a maioria dos idosos, porém esse apelo mo soa mal aos ouvidos.Deixo aqui uma pergunta: os seus filhos precisam, ou precisaram “solicitar” atenção, carinho, ou proteção?


Se meu andar é hesitante e minhas mãos trêmulas, ampare-me...
Se minha audição não é boa e tenho de me esforçar para ouvir o que você está dizendo, procure entender-me...
Se minha visão é imperfeita e o meu entendimento é escasso, ajude-me com paciência...
Se minhas mãos tremem e derrubam comida na mesa ou no chão, por favor, não se irrite, tentei fazer o melhor que pude...
Se você me encontrar na rua, não faça de conta que não me viu, pare para conversar comigo, sinto-me tão só...
Se você na sua sensibilidade me vê triste e só, simplesmente partilhe um sorriso e seja solidário...
Se lhe contei pela terceira vez a mesma "história" num só dia, não me repreenda, simplesmente ouça-me...
Se me comporto como criança, cerque-me de carinho...
Está-se com medo da morte e tento negá-la, ajude-me na preparação para o adeus...
Está-se doente e sou um peso em sua vida, não me abandone um dia você terá a minha idade...
A única coisa que desejo neste meu final da jornada, é um pouco de respeito e de amor...

Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

1 comentários:

Juliana Novaes disse...

Que visão sensível e carinhosa do cuidado ao idoso. Um abraço.

Ocorreu um erro neste gadget