1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Acredita que sua memória irá piorar com a idade? Ela irá lhe obedecer

1 de junho de 2009 4 comentários
longevidade

Profecia auto-realizável

Acreditar que sua memória piora à medida que você se torna mais velho pode de fato ser uma profecia auto-realizável, concluíram pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte (EUA).

Eles descobriram que idosos que acreditam que as pessoas mais velhas devem se sair pior nos testes de memória de fato têm notas nestes testes muito abaixo daquelas de idosos que não aderem a esses estereótipos negativos sobre o envelhecimento e a perda de memória.

Estereótipos negativos ativados

Em um estudo publicado no exemplar de Abril do jornal médico Experimental Aging Research, a equipe do Dr. Tom Hess demonstrou que a capacidade dos idosos em se lembrar das coisas piora quando os estereótipos negativos são "ativados" em determinadas situações.

"Por exemplo, os idosos se sairão pior em um teste de memória se for dito a eles que pessoas idosas saem-se mal naquele tipo de teste," explica o Dr. Hess.

A memória também apresenta declínio nos idosos que acreditam estarem sendo estigmatizados, ou seja, que acham que outras pessoas estão lhes depreciando por causa de sua idade. Os pesquisadores descobriram que os efeitos negativos sobre a memória foram maiores nas pessoas com maiores níveis de educação.

"Essas situações podem ser parte da experiência diária dos idosos. Estar preocupado com o que as outras pessoas pensam delas no trabalho acaba tendo um impacto negativo no seu desempenho, desta força reforçando os estereótipos negativos," diz o médico.

Lembre-se da solução

O lado positivo das conclusões é que os idosos que têm uma visão mais positiva do envelhecimento, ou que não se sentem estigmatizados, apresentam um desempenho de memória muito superior.

Em outras palavras, se você está confiante que o envelhecimento não irá atrapalhar a sua memória, você terá uma probabilidade muito maior de se sair bem nos testes de memória.

LONGEVIDADE

4 comentários:

Cadinho RoCo disse...

O poder da sugestão é impressionante. Somos o que queremos ser. Ao careditar nisso podemos, a partir daí, até criar certa imunidade às emanações negativas.
Cadinho RoCo

milton toshiba disse...

Acho que a leitura ajuda muito a manter o cérebro treinado.
Bjs

Beth/Lilás disse...

Lembrei-me do que disse ao médico geriatra de minha mãe dias atrás, que ela anda muito esquecida e perguntei-lhe o que fazer neste caso.
Ao que ele respondeu-me: leitura, croché e ponto de cruz. Tudo isso ajuda o cérebro a funcionar, lembrando-se e tendo mais atenção ao que for executar.

Mas esta frase que diz: "Os pesquisadores descobriram que os efeitos negativos sobre a memória foram maiores nas pessoas com maiores níveis de educação."

Não seria paradoxal isso?
bjs cariocas

Silvia Masc disse...

Beth, me causou tb. estranheza essa afirmação, fui até conferir a tradução, estava correta, ufa!!! rs Mas se pensarmos que esse grupo, se cobra mais, deixa de ser paradoxal.
abraços

Ocorreu um erro neste gadget