1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Dezembro sereno

11 de dezembro de 2009 13 comentários
Nessa época de final de ano, o que mais comentamos é a "correria", estamos sem tempo para quase tudo, visitar amigos, visitar o blog dos amigos, o trânsito insuportável, e agora as águas que deveriam ser de março, chegaram em dezembro, e o estress aumenta...
Para alguns é mês de alegria, para outros trazem lembranças desagradáveis e entristece, pensando nisso, encontrei essa dicas para passarmos melhor essa data, elas são do psicanalista Aloysio Félix.


Diz ele:
O fim do ano é considerado como um rito de passagem para as pessoas de um modo geral. A sensação de descontinuidade é importante para marcar novos sonhos e aspirações e "enterrar" fatos ou acontecimentos que foram considerados afetivamente desagradáveis. Neste sentido, observa-se que as dicas precisam apontar para um repensar da própria posição do sujeito perante si mesmo e a própria relação com o mundo. Se não, o conselho "entrará" por um lado e sairá por outro...

1. O posicionamento na e para a vida: Tente repensar sua postura frente ao mundo e em relação a si mesmo. Às vezes, uma pequena mudança interna faz com que o outro nos veja de uma forma diferente, o que muda nossa relação com o outro e assim sucessivamente;

2. Humor: Tente encarar a vida com mais humor. É mais simples rir do outro, mas conseguir sorrir da própria história não é fácil e aponta para um amadurecimento do Eu e para a sublimação (transposição) das passagens que entristeceram e nos amarraram durante o ano;

3. As compras para as festas: Fator estressante empuxado pelo próprio consumismo pós-moderno. Sendo assim, se tiver dinheiro, compre os presentes e as comidas logo: isto evita a angústia da pressa e a possibilidade de escolha; se não tiver, escreva algo para as pessoas que quer bem e entregue - as palavras carregam o afeto e mobilizam muito mais que os presentes;

4. Papai Noel existe? Se tentarmos voltar, às vezes, à alegria da fantasia infantil onde quase tudo tinha graça, viveremos muito melhor. Isto não significa sair da realidade, mas se permitir uma vida mais leve que só o mundo da fantasia possibilita.

5. Pendências do Ano velho: Tente resolver o que não ficou esclarecido em 2005. Converse, discuta, chore e entre mais "leve" em 2006; as famílias têm suas dificuldades, mas, na maioria das vezes, é com quem a gente consegue contar nas horas mais complicadas...;

6. A dieta: Se estiver de dieta, saia nestes dias e assim não fique infeliz porque não pode comer. Não são dois dias no ano que o farão engordar, o que importa são os outros 363 dias... Ah! Se puder e gostar, beba um cálice de vinho tinto, além de te deixar um pouco alegrinho, fará bem para a estrutura do coração;

7. O Reveillon: Procure neste dia fazer exatamente o que gosta. Se prefere multidões e festas, vá para a praia comemorar com os seus; caso seja do tipo quieto, fique mesmo em casa e faça a comemoração com sua família e amigos;

8. Reza? Reze se for de rezar, torça se for de torcer, cante se for de cantar... O que importa é se imaginar melhor no ano que se segue. Acredite que a vida pode ser bem melhor...;

9. O cansaço: Programe suas férias para janeiro para poder aproveitar e descansar da maratona do final do ano;

10. Se isto tudo não bastar e 2010 ficar chato como 2009, procure um psicanalista e resolva, de fato, os empecilhos da sua vida.

*Aloysio Felix é psicanalista/Especialista em Psicologia da Clínica de Hipertensão/Laboratório de Fisiopatologia Clínica e Experimental.(RJ)

Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

13 comentários:

Chica disse...

O meu dezembro é o mais sereno possível.Programo tudo antes, compras de presentes, tudo mais. Mesmo assim, apenas de cer os acontecimentos, festinhas disso e daquilo, as coisas vão se agitando...beijos,lindo dia!chica

Geni - 78 anos com orgulho - Curitiba -PR disse...

Por e-mail

Eu adorei o item 3 dos conselhos, ja teve tempo que eu estava sem dinheiro, e me sentia pressionada a comprar presentes , já fiz dívidas que não podia. Hoje eu não ia me sentir constrangida de dizer não posso.

Gostei muito desse texto.

Pedro Soares disse...

Por e-mail: O último é muito bom, quem não lida com stress em qualquer época tem de mesmo ir ao psicanalista . hehehe

Geni e Pedro (157 anos , nós dois) disse...

Por e-mail Esquecemos de dizer , que aqui cada dia está mais bonito, voces são caprichosas meninas.

Silvia Masc disse...

Dna. Geni e Sr. Pedro, os senhores já responderam a pesquisa do Blog, sobre a faixa etária?
Muito obrigada pelos comentários dos senhores, sempre muito interessantes e bem humorados.

Obrigada também pelos elogios, todos nós precisamos de estímulos.

beijinho

Cristiane e Silvia

Beltrina Côrte disse...

Informar, comentar e refletir são boas formas de se exercitar a cidadania neste país, especialmente quando o assunto é longevidade, é vida alongada, anos e mais anos vividos na etapa da velhice. Com certeza este Blog é de "utilidade pública"!
Parabéns Silvia Masc!!!

Silvia Masc disse...

Apenas para informação

A Sra.Beltrina, é coordenadora, do Portal do Envelhecimento da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC

Beth/Lilás disse...

Silvia,
Que post bacana! Serviu-me também em alguns itens e acho que mais gente tinha que vir aqui ler tudo isto.
Parabéns por atrair pessoas tão bem intencionadas e de excelente astral!
beijão carioca

Barbie Girl disse...

Que blog lindo! Parabéns amiga!!

Um lindo fim de semana, na paz de Cristo!

beijos

Heloísa disse...

Silvia,
Como sempre, você nos trazendo textos diferentes e mostrando que está atingindo seu objetivo, haja vista o comentário da coordenadora do Portal do Envelhecimento da PUC.
Parabéns.
Beijos.

EDUARDO POISL disse...

"No fim tu hás de ver que as coisas
mais leves são as únicas que o vento
não conseguiu levar:
um estribilho antigo,
um carinho no momento preciso,
o folhear de um livro de poemas,
o cheiro que tinha um dia
o próprio vento"

(Mário Quintana)


Desejo um lindo final de semana com muito amor, paz e carinho.
Abraços com todo meu carinho.

Cristiane A. Fetter disse...

Silvia, é assim mesmo que me sinto. É um ciclo que se fecha, entramos o novo ano cheios de energia e tendo a certeza que tudo irá dar certo.
Já estou fazendo planos para as férias de verão do Eduardo, já vendo passagens e tudo, não é maravilhoso?
bjks

Lu Souza Brito disse...

Um 2010 muito mais leve para todos nós né Silvia.
Gostei das dicas. E gosto também de fechar ciclos. Fazer meus pedidos e tentar cumprí-los.
Um ritual costumeiro é anotar as "mudanças" sejam elas quais for em um papel e este carrego comigo durante todo o ano. Fica lá guardado em uma gaveta e ao menos uma vez por mes vejo o que estou fazendo e o que preciso fazer para alcançar meus objetivos. Tem dado super certo.

Ocorreu um erro neste gadget