1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Os sinais da hipoglicemia

16 de outubro de 2013 comente
A hipoglicemia, que é a falta de glicose em nosso organismo, pode comprometer nosso raciocínio, atenção e concentração. Em casos extremos pode até levar ao coma.
"A glicose é o principal combustível para o funcionamento dos neurônios cerebrais",
Sentir tontura, fraqueza, coração acelerado e a visão embaçada, muitas vezes, pode significar queda de pressão. Por isso, algumas pessoas logo recorrem ao sal para aliviar a crise, mas logo percebem que não adianta.

Caso isso aconteça, pode ser que esses sintomas sejam de hipoglicemia, uma diminuição do nível de açúcar no sangue que causa também dor de cabeça, tremores, zumbido no ouvido e pode até levar ao coma.
Ao sentir os sintomas da hipoglicemia, a pessoa pode ingerir um copo de suco de laranja ou refrigerante normal, uma colher de sopa rasa de açúcar ou mel, três balas de caramelo ou o que tiver mais próximo, como biscoitos e outros doces.

Não existe um consenso do nível de açúcar no sangue, que pode ser considerado hipoglicemia, mas normalmente a taxa de glicose abaixo de 60mg/dl ou 70mg/dl já pode desencadear uma crise. O risco é maior em diabéticos em uso de medicamentos que podem causar hipoglicemia, pessoas muito magras, idosos e crianças com até sete anos de idade.

O diabetes doença se caracteriza pelo acúmulo de açúcar no sangue, por causa da falta de produção de insulina pelo pâncreas. A insulina é o hormônio que leva o açúcar para dentro das células e, caso ele não seja produzido, o sangue fica com o excesso.

Cerca de 90% dos casos são de diabetes tipo 2. Já o tipo 1 costuma surgir na infância ou na adolescência e é caracterizado por uma falha no sistema de defesa do corpo, que leva à destruição das células que produzem a insulina no pâncreas. Esses pacientes precisam da injeção de insulina para manter uma vida normal – o que é possível, desde que haja orientação médica.

O diabetes tipo 2 tem carga genética, mas geralmente está ligado à obesidade e ao sedentarismo e aparece na fase adulta. Ela pode ser controlada com medicamentos e dieta. Injeções de insulina são usadas apenas em alguns casos.


Caso tenha algum sintoma ou tiver dúvidas, procure um médico, que esclarecerá tudo e indicará o melhor tratamento, se necessário.

Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget