1.o Colocado "LONGEVIDADE HISTÓRIAS DE VIDA BRADESCO SEGUROS" 2012

Para manter o amor vivo, marido de 91 anos lê diário para mulher com demência e falta de memória

24 de março de 2013 1 comentário

O inglês Jack Potter não quer que sua esposa Phyllis esqueça o amor que os une há mais de 70 anos. Sabendo que Phyllis sofre de demência e falta de memória, o homem visita todos os dias a casa de repouso na cidade de Rochester, Inglaterra, e lê para ela o diário que guarda desde o dia em que se conheceram.

O inglês, de 91 anos, disse ao jornal Daily Mail Online que lembra exatamente do momento em que os dois se cruzaram, num baile. Foi em 1941 (casaram em 1943) e no diário escreveu: “Foi uma noite muito agradável. Dancei com uma garota muito legal. Espero encontrá-la novamente”.

Esses e outros momentos, como o casamento, as férias, as fotografias e todos os momentos partilhados a dois, estão nesse diário que Jack faz questão de ler para sua esposa demente. Apesar de debilitada, Phyllis se esforça para abraçar o marido. Eles festejaram 70 anos de casamento.


Fonte: Hypeness
Sinta-se em casa e deixe seu comentário.

1 comentários:

Lúcia Soares disse...

Simplesmente amor, Sílvia.
Amizade, carinho, paicência, compreensão. Pilares para um vida a dois.
Lembrou-me a história do filme "Diário de uma apixão", com os veteranos James Garner e Gena Howlland. Acho que também baseado em fatos reais. (não tenho certeza).
Beijo e bom domingo.

Ocorreu um erro neste gadget